Plataforma Basta de Touradas reuniu com Ministério da Cultura

Partilha este artigo:

A Plataforma Basta reuniu na passada quinta-feira, dia 11 de janeiro, com responsáveis do Ministério da Cultura, no Palácio da Ajuda em Lisboa, para analisar diversas questões relacionadas com a realização de touradas em Portugal.

A plataforma abolicionista manifestou ao Ministério a sua preocupação com várias situações graves ocorridas durante a temporada tauromáquica de 2017 e exigiu respostas às dezenas de denúncias fundamentadas entregues à Inspeção Geral das Atividades Culturais (IGAC).

A Basta exige que a legislação nacional seja cumprida, e que sejam aplicadas as coimas relacionadas com as várias infrações ocorridas durante a temporada passada.

A plataforma Basta, cujo objetivo é assumidamente o fim da tauromaquia em Portugal, apresentou ao Ministério da Cultura propostas de medidas que ajudem a minimizar o sofrimento dos animais nas touradas, enquanto existirem, e que promovam uma fiscalização isenta e real das condições em que se realizam estes eventos.

Palácio Nacional da Ajuda (Ministério da Cultura)
Palácio Nacional da Ajuda (Ministério da Cultura)