Câmara de Santarém gasta 10 mil euros em bilhetes para tourada

Partilha:

Como tem sido habitual, a Câmara Municipal de Santarém decidiu apoiar a realização de uma corrida de touros na cidade, comprando 10.000 euros em bilhetes ao promotor privado, oferecendo depois os bilhetes à população.

Esta é a forma encontrada para contrariar o crescente desinteresse da população pelas touradas, numa cidade que tem a maior praça de touros do país, mas que não consegue atrair público para a encher.

O contrato foi celebrado no dia 21 de março de 2022 entre a autarquia e a recém criada “Associação Setor 9”, composta por um grupo de aficionados da tauromaquia, e consiste na aquisição de bilhetes para a “corridas de toiros a realizar no dia 19 de março de 2022 na Praça de Toiros Monumental Celestino Graça”.

Este procedimento tem sido comum em Santarém há vários anos. A praça de touros de Santarém é propriedade da Santa Casa da Misericórdia local que concessiona o espaço a uma entidade privada que se ocupa de realizar ali algumas touradas. Durante a maior parte do ano, aquele espaço está encerrado ao público. Recorde-se que a associação “Setor 9” sucede à associação “Praça Maior” que geriu a praça de touros nos últimos anos, e é composta por vários elementos da anterior associação.

Sem este financiamento com dinheiro dos contribuintes portugueses, as touradas já não existiam em Santarém, pelo que os apoios da Câmara Municipal são fundamentais para garantir a continuidade desta tradição anacrónica e cada vez mais contestada na capital ribatejana.

Partilha:

Comentários

comentários