Mesmo com bilhetes oferecidos pela Câmara do Montijo, tourada contou com pouco público.

Partilha este artigo. Ajuda a sensibilizar para esta causa:

Câmara comprou 4 mil euros em bilhetes para uma tourada.

Em 2021 a despesa foi superior a 16 mil euros em bilhetes para touradas.

A Câmara Municipal do Montijo realizou mais um ajuste direto para a aquisição de bilhetes para uma corrida de touros realizada no passado dia 14 de maio na praça de touros da cidade.

Desta vez, a autarquia gastou cerca de 4.000€ em bilhetes, adquiridos à empresa “Tertúlia Obvia, Lda.” com sede no Redondo (Évora) constituída em 2019 (fonte: Racius). O contrato foi celebrado no dia anterior à realização da tourada, e tem por objeto a “aquisição de bilhetes para a corrida de touros de 14 de maio de 2022“.

Praça de touros do Montijo
Imagem parcial das bancadas da praça do Montijo no dia 14 de maio de 2022.

A compra de bilhetes para touradas, que depois são oferecidos à população, constitui uma das principais formas de garantir a presença de público nas bancadas das praças de touros. No entanto, desconhece-se a forma como os bilhetes são distribuídos pela população, existindo muita opacidade em todo o processo.

Apesar deste investimento da autarquia na compra de bilhetes, a corrida de touros realizada no dia 14 de maio registou uma fraca presença de público nas bancadas (menos de “meia casa”), o que demonstra o declínio desta atividade e o desinteresse crescente das populações destas localidades na tauromaquia.

Recorde-se que em 2021, ano de fortes restrições em termos de promoção de touradas e espetáculos culturais, a Câmara do Montijo comprou 16.260 € em bilhetes para 2 touradas realizadas na cidade à empresa “AC EVENTOS, UNIPESSOAL, LDA.”.

A par do Montijo, outros municípios recorrem aos fundos públicos para apoiar e perpetuar a realização de touradas, adquirindo bilhetes aos empresários.

pagamos todos
Estudo sobre o Financiamento público da tauromaquia.