GALP não apoia Associação de Forcados

Partilha este artigo. Ajuda a sensibilizar:

Associação de Forcados divulgou protocolo com a GALP que nunca existiu.

GALP garante que não possui nenhum protocolo com a associação de forcados

Marca ordenou a retirada da informação do site da Associação de Forcados

A associação de Grupos de Forcados (ANGF) apresentava na sua página web uma suposta parceria com a gasolineira GALP, referindo que a marca concedia diversos descontos e benefícios aos membros da associação, ou seja, aos forcados. Uma mentira, visto que a parceria com a marca nunca existiu.

Perante esta informação, a plataforma Basta de Touradas contactou a GALP no sentido de esclarecer se este protocolo realmente existia e se a marca se associou à tauromaquia através da oferta de benefícios aos membros dos grupos de forcados, ou se o nome da GALP foi utilizado de forma abusiva pela associação, como já aconteceu noutras situações.

A GALP esclareceu que foi efetivamente contactada para a realização de uma parceria, mas que a mesma nunca avançou, acrescentando que aquilo que constava no site da Associação de Forcados era um ficheiro “pdf” referente à proposta base que é enviada a potenciais associações, independentemente de se concretizar ou não a parceria.

Neste caso, a parceria não existe, mas a ANGF anunciava na sua página o protocolo com a GALP, na secção “protocolos gasolineiras” garantindo condições especiais, descontos e o logotipo da marca.

No site da associação de forcados era ainda referido que “para mais informação: ver documento Galp e consultar ANGF” o que constitui um abuso inaceitável, tendo em conta que o protocolo nunca foi celebrado.

Esta situação constitui publicidade enganosa e uso indevido de uma conceituada marca comercial, algo que tem sido frequente no “mundo tauromáquico” nos últimos anos.

A GALP garante que não possui nenhum protocolo com a associação de forcados e que já foi solicitado a Associação de Grupos de Forcados (ANGF) que fosse retirado do site a informação sobre a parceria visto que a mesma não avançou”, algo que até à publicação desta notícia ainda não tinha sido efetuado.

Alguns dias depois, a informação foi removida do site da Associação de Forcados. A GALP não apoia a tauromaquia nem a Associação de Forcados. como era publicamente anunciado por esta organização tauromáquica.

Podem encontrar aqui vários exemplos de marcas que foram usadas abusivamente por agentes tauromáquicos, ou marcas que decidiram deixar de apoiar a tauromaquia.

Protocolo GALP e associação de Grupos de Forcados
Página web da associação de Grupos de Forcados com o suposto protocolo com a GALP que nunca foi realizado. A informação já foi removida da página: https://angfportugal.org/protocolos-2

Artigos relacionados: