VOTE POR UMA INFÂNCIA SEM VIOLÊNCIA

Share Button

Como votar?

  • Envie uma SMS para o nº 3838 com a seguinte frase:

OPP(espaço)127(espaço)seu nº de cartão de cidadão*

* O número do cartão de cidadão deve conter 9 dígitos+2 letras+1 dígito

 

  • Vote online aqui:

https://opp.gov.pt/proj/127?page=1&ordering=random_order&search=viol%C3%AAncia%20inf%C3%A2ncia

Porque criamos este projeto?

Porque consideramos que a exposição das crianças e jovens à violência das touradas é um problema bastante grave que não pode ser ignorado pelas instituições portuguesas. Todos os anos crianças de todas as idades, são instruídas a maltratar e agredir animais (vitelos, bezerros, vacas, novilhos…) com armas letais e bandarilhas. Além disso, a legislação portuguesa classifica as touradas para “maiores de 12 anos” permitindo a entrada de crianças maiores de 3 anos em espectáculos tauromáquicos, acompanhados por um adulto. Esta realidade desprotege as faixas etárias mais vulneráveis (dos 3 aos 12 anos) que são expostas a episódios de grande violência e sangue (por vezes com mortes), que provocam emoções muito fortes nos adultos e consequentemente nas crianças que não entendem porque agridem os animais.

Porquê as touradas e não outro assunto?

Porque já existem campanhas e investimentos em Portugal noutros problemas que afetam as crianças e jovens como a violência doméstica, o trabalho infantil, os abusos e negligência, etc. Até hoje, não foi realizada nenhuma campanha na prevenção deste tipo de violência, apesar do Estado português ter sido instado pelo Comité dos Direitos da Criança para realizar campanhas de sensibilização sobre a “violência das touradas”. Consideramos que está na hora de olhar para este problema de forma responsável.

Porque não exigir o fim imediato das touradas?

Porque não é esse o fim do projeto “Orçamento Participativo” e porque somos realistas, e sabemos que, infelizmente, ainda não existem condições políticas para alcançar esse objetivo. Até que as touradas sejam definitivamente abolidas, é urgente prevenir acidentes graves e danos psicológicos e físicos nos mais jovens, sensibilizando-os para os riscos desta atividade e estimulando a empatia e compaixão pelos animais. Mais do que proibir as touradas queremos sensibilizar a população, combatendo a violência na nossa sociedade.

 

Proponentes do projeto:

  • Inês Real.
  • Manuel Eduardo dos Santos
  • Paula Pérez
  • Sérgio Caetano
Share Button

Comentários

comentários