Crianças e tauromaquia: México na mira das Nações Unidas

Share Button

Graças ao trabalho desenvolvido pela Fundação Franz Weber (FFW) no âmbito da campanha “Infância sem Violência“, o Comité dos Direitos da Criança (CDC) das Nações Unidas voltou a pronunciar-se acerca da exposição de crianças à violência da tauromaquia, desta vez no México, após a apresentação de um detalhado relatório sobre a realidade naquele país sul americano.

Depois de ter incluido as touradas no relatório de avaliação a Portugal e Colombia, no passado dia 10 de junho, o CDC tornou pública a sua posição sobre a assistência e participação de crianças menores de 18 anos a eventos tauromáquicos no México, referindo que “está especialmente preocupado com o bem estar físico e mental das crianças que frequentam escolas de toureio e participam em corridas de touros e outros espetáculos associados a elas, bem como com o bem estar mental e emocional dos espetadores infantis que são expostos à violência das corridas de touros”.

Nas Observações Finais do 4º e 5º Relatório Periódico relativo ao cumprimento da Convenção dos Direitos da Criança no México, o Comité acrescenta que o país deve “adotar as medidas necessárias para garantir a proibição de participação infantil em escolas de toureio e corridas de touros”. O CDC classifica ainda a participação de crianças em touradas como uma das “piores formas de trabalho infantil” e solicita a adoção de medidas para as proteger na sua qualidade de espetadores, e aumentar a consciência para a “violência física e mental associada à tauromaquia” e o seu impacto nas crianças.

Recorde-se qua a campanha “Infância sem Violência” está a ser desenvolvida em Portugal pela Plataforma Basta com o apoio da FFW, tendo já sido alcançada a interdição da prática de toureio em espetáculos tauromáquicos, a crianças com menos de 16 anos de idade.

Mexico-comite-direitos-crianca-touradas-portugal

Sessão do Comité dos Direitos da Criança em Genebra de avaliação a Portugal (22/1/2014)
Share Button

México: Praça de touros dá lugar a Casa da Cultura, Artes e Ofícios

México: Praça de touros dá lugar a Casa da Cultura, Artes e Ofícios
Share Button

jiutepec mexico toros touradas basta

 

A esmagadora maioria da população apoiou a demolição da praça de touros

A praça de touros do município de Jiutepec começou hoje a ser demolida no México, para dar lugar a um novo espaço dedicado à cultura, artes e ofícios. A decisão foi contestada por um grupo de aficionados da tauromaquia, designado “Comité del Corral de Toros” o que levou a Presidente da Autarquia, Silvia Salazar Hernández, a realizar uma consulta pública à população no passado dia 21 de Julho, para que os habitantes pudessem emitir a sua opinião sobre o assunto. A esmagadora maioria da população apoiou a demolição da praça de touros: 90,6% votaram a favor, 6,6% contra e 2,8% foram votos nulos.

O novo espaço cultural, que irá substituir a praça de touros, inclui a instalação de um projeto de Radio e Televisão Cultural através da internet, num investimento superior a sete milhões de pesos, financiados pelo Conselho Nacional para a Cultura e as Artes.

O Diretor do Instituto de Cultura de Jiutepec, Jovan Taylor Marías, manifestou a necessidade de dar início a estas obras, uma vez que havia o risco de recurso por parte do denominado “Comité del Corral de Toros” que a todo o custo tentava evitar a concretização deste projeto pressionando as autoridades locais.

foto-710x472

Consulta popular em Jiutepec. 90,6% dos cidadãos aprovaram a demolição da praça de touros.

 

Imagens:
Municipio de Jiutepec (facebook), www.jiutepec.gob.mx
Share Button

Estado mexicano aboliu as touradas

Estado mexicano aboliu as touradas
Share Button

the_bull_ring_nogales_sonora_mexico

O Estado de Sonora, um dos maiores do México, aboliu por unanimidade as touradas, ao aprovar uma nova lei de proteção animal onde ficou clara a proibição de licenciar a realização de touradas, novilhadas, bezerradas ou qualquer tipo de toureio a cavalo.

Segundo a imprensa do México, o deputado Vernon Pérez Rubio Arteé, em nome da Comissão de Energia e Meio Ambiente, destacou a importância das medidas aprovadas a fim de evitar o maltrato aos animais, estabelecendo sanções que procuram dissuadir a conduta violenta.

“As sanções estabelecidas procuram dissuadir a conduta violenta que se pode repercutir num problema maior”

O Pleno do Congresso do Estado de Sonora adoptou ainda medidas de proteção dos animais domésticos obrigando as autarquias a realizar, pelo menos uma vez ao ano, campanhas gratuitas de esterilização de animais.

Os legisladores deste Distrito Federal, já tinham aprovado em Dezembro de 2012 uma reforma do código penal incluindo a punição do maltrato aos animais com penas de seis meses a dois anos de prisão.

As touradas neste Estado mexicano passam a partir de agora a fazer parte do passado.

Fontes: CNN México, El Semanário.

Share Button
Juventude Socialista poveira quer acabar de vez com as touradas

maissemanario - 4 days ago
A Juventude Socialista (JS) da Póvoa de Varzim...

Toureiro vs Velociraptor. A nova campanha de sensibilização que quer pôr fim às touradas

Jornal Económico (liberação de imprensa) - 4 weeks ago
O vídeo com menos de um minuto coloca um...

O negócio dos vídeos das touradas à corda

Diário de Notícias - 4 weeks ago
Gabriel Vieira grava em média 140 a 150 touradas...

Marca 'Touradas' leva Cultura Tauromáquica à Chamusca

Naturales - 1 week ago
A marca Touradas vai estar presente nas Festas da...

'Se houvesse um referendo as touradas acabavam'

Jornal i (Inscrição) - 3 weeks ago
Se houvesse um referendo, Mafalda diz não ter...

News via Google. See more news matching 'touradas'